Lava Jato tinha 22 diálogos de Lula e só usou um deles para manipular a opinião pública e pressionar o STF

Novas revelações escancaram ainda mais a partidarização da Lava Jato: a operação tinha 22 diálogos absolutamente normais de Luiz Inácio Lula da Silva, mas usou apenas um deles para interferir na política. Em 16 de março de 2016, o então juíz Sérgio Moro, atual ministro da Justiça, tornou público um diálogo em que a então presidente Dilma Rousseff tratou com o ex-presidente sua eventual posse como ministro da Casa Civil. Todas as outras conversas mostravam que o ex-presidente estava na dúvida se aceitaria o convite ou não, além de discutir assuntos triviais, como soluções para a crise política e econômica que o Brasil vivia, o que enfraquece a tese usada por Moro de que Lula queria ser blindado da Lava Jato.

 

Matéria completa na Folha: https://www1.folha.uol.com.br/poder/2019/09/conversas-de-lula-mantidas-sob-sigilo-pela-lava-jato-enfraquecem-tese-de-moro.shtml

telegram-nao-ha-evidencias-de-que-celulares-foram-hackeados-morodallagnol

0 comentário em “Lava Jato tinha 22 diálogos de Lula e só usou um deles para manipular a opinião pública e pressionar o STF

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: