Mortes violentas caíram 10,4% em 2018, revelando que Moro não tem relação com melhora recente dos índices

O anuário do FBSP (Fórum Brasileiro de Segurança Pública) revelou que em 2018, no Brasil, foram mortas violentamente 57.341 pessoas, número 10,4% menor que o de 2017, quando morreram 64.021 pessoas.

O que fica claro é que já havia desde 2018 uma tendência de queda no número de homicídios no Brasil, devido a uma dinâmica própria de acertos e guerras entre facções do tráfico de drogas. Moro está apenas surfando na onda. Algo indica, porém, que esta onda pode não durar muito.

“Há várias explicações, mas nenhuma cientificamente documentada. Fala-se em acordos entre facções criminosas em alguns estados, em ações dos governos estaduais de forma mais articulada, de ações da polícia que prenderam líderes de facções que mandavam executar, mas nada ainda está preciso”, avalia o professor de gestão pública da FGV (Fundação Getúlio Vargas) Rafael Alcadipani.

Matéria completa no UOL: https://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2019/09/10/mortes-violentas-no-brasil-caem-104-em-2018-aponta-anuario.htm

0 comentário em “Mortes violentas caíram 10,4% em 2018, revelando que Moro não tem relação com melhora recente dos índices

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: