Folha revela: delação mentirosa de Palocci é feita de notícias que estavam disponíveis no Google desde 2012

O jornal Folha de São Paulo de hoje traz uma constatação de impacto:

Em outubro de 2018, quando a proposta de colaboração de Palocci tramitava no Ministério Público ela foi classificada como “um lixo” pelos próprios procuradores.. Uma procuradora chegou a escrever: “Deve ter muita notícia do Google lá”.

Bingo. Segundo Folha, o núcleo da investigação que foi anunciada na quinta-feira está no Google desde abril de 2012. As repórteres Silvia Rosa, Vanessa Adachi e Sonia Racy expuseram os dons proféticos do fundo Bintang, administrado pelo BTG e operado por um único cotista privado (Marcelo Augusto Lustosa de Souza). Em dois meses, apostando na queda dos juros, o Bintang lucrou R$ 18,5 milhões. A reportagem completa está no link:

Fonte: https://www1.folha.uol.com.br/colunas/eliogaspari/2019/10/nucleo-de-investigacao-anunciada-pela-lava-jato-esta-no-google-desde-2012.shtml

0 comentário em “Folha revela: delação mentirosa de Palocci é feita de notícias que estavam disponíveis no Google desde 2012

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: