Moro obedece Bolsonaro e coloca PF para perseguir porteiro

O ministro da Justiça Sérgio Moro obedeceu Jair Bolsonaro e enviou ofício à Procuradoria Geral da República (PGR), pedindo a instauração de um inquérito em conjunto com a Polícia Federal para “apuração”  das circunstâncias do depoimento do porteiro do condomínio de Bolsonaro.  No depoimento, o porteiro afirmou ter avisado o então deputado da presença de Elcio Queiroz, um dos assassinos de Marielle Franco, na portaria. Queiroz foi à casa de Ronnie Lessa, morador do mesmo condomínio e pessoa da relação de Bolsonaro, e de lá saíram para matar Marielle.

 

 

48710436_303

2 comentários em “Moro obedece Bolsonaro e coloca PF para perseguir porteiro

  1. Julio Catelli

    Fim da picada, a covardia desses caras não tem limites, agora o pobre do porteiro vai pagar a conta

  2. Evandro Tavares dos Santos

    Pra investigar o porteiro foi rapidinho, e pra investigar o filho ……

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: