Governo Bolsonaro impõe censura sobre óleo nas praias do Nordeste: “Se alguém abrir a boca é exonerado”

“Se alguém abrir a boca é exonerado, pois não se pode contestar o governo”, disse uma pesquisadora, que preferiu não se identificar. Entre os principais órgãos censurados estão o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), que tem dificultado o acesso às imagens de satélite para detecção da origem do óleo, e a Fundação Joaquim Nabuco, que desenvolve um trabalho de pesquisa junto às comunidades afetadas pelo petróleo que chega às praias.

Pesquisadores envolvidos no tema teriam sido instruídos a não comentarem a catástrofe porque o governo não pode posar de malvado na história, segundo uma das fontes.

Mesmo nas universidades federais, onde há certa autonomia, o clima de caça às bruxas tem feito com que muitos professores e pesquisadores se neguem a dar entrevistas ou falar publicamente sobre o assunto. Quando isso acontece, medem as palavras para não sofrer represálias.

Confira a matéria completa na revista Fórum: https://revistaforum.com.br/politica/governo-bolsonaro-impoe-censura-sobre-oleo-nas-praias-do-nordeste-se-alguem-abrir-a-boca-e-exonerado/

1 comentário em “Governo Bolsonaro impõe censura sobre óleo nas praias do Nordeste: “Se alguém abrir a boca é exonerado”

  1. Valcelio Lopes

    Coisa de bandido mesmo.
    Só que isso nao Pode ficar só no disse me disse, tem que saber a veracidade pois isso é improbidade administrativa e da impichema

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: