Apareceu o batom na cueca de Bolsonaro: foto enviada por Elaine Lessa, em janeiro, mostra que Elcio Queiroz foi para a casa 58, de Jair

A nutricionista Elaine Lessa, esposa do ex-policial Ronnie Lessa, que executou a ex-vereadora Marielle Franco, enviou no dia 22 de janeiro a foto da planilha escrita à mão pelo porteiro do condomínio Vivendas da Barra (RJ), que mostra que o ex-militar Elcio Queiroz teria tido acesso ao local por permissão do “Seu Jair”, da casa 58 – de propriedade de Jair Bolsonaro. Dois dias depois daquele ano, Lessa e Queiroz foram ouvidos na Delegacia de Homicídios sobre o assassinato, quando ainda estavam soltos.

A foto está em linha com o depoimento do porteiro, que disse que Élcio foi para a casa do “Seu Jair”.

De acordo com reportagem da Folha de S.Paulo nesta quinta-feira (31), a planilha foi alvo da investigação somente em outubro, quando peritos acessaram dados do celular de Lessa e encontraram a foto enviada pela esposa.

Para ler a reportagem completa acesse o link: https://www1.folha.uol.com.br/poder/2019/10/mp-rj-ignorou-eventual-adulteracao-em-sistema-de-gravacao-em-portaria-de-bolsonaro.shtml

1 comentário em “Apareceu o batom na cueca de Bolsonaro: foto enviada por Elaine Lessa, em janeiro, mostra que Elcio Queiroz foi para a casa 58, de Jair

  1. O que ele foi fazer lá, se Bolsonaro estava e Brasília como mostra os vídeos,

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: