Quando escândalo estourou, Bolsonaro mandou Queiroz jogar seu celular fora

Em janeiro, um mês depois de o caso Fabrício Queiroz/Flavio Bolsonaro espoucar, Jair Bolsonaro mandou um emissário de confiança dar a seguinte instrução ao ex-faz tudo da família: que Queiroz jogasse o aparelho de celular fora e comprasse uma nova linha.

(…)

Da coluna de Lauro Jardim, do O Globo: https://blogs.oglobo.globo.com/lauro-jardim/post/ordem-que-bolsonaro-deu-queiroz.html

1 comentário em “Quando escândalo estourou, Bolsonaro mandou Queiroz jogar seu celular fora

  1. APAGANDO AS PISTAS DAS PROVAS IRREFUTÁVEIS..

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: