Líder fundamentalista e golpista da Bolívia confessa conluio com governo Bolsonaro

O líder do movimento golpista na Bolívia, Luis Fernando Camacho, revelou nesta quinta-feira 14/11 que o governo de Jair Bolsonaro recebeu “as informações em primeira mão”, em alusão à preparação para o golpe de Estado contra o presidente Evo Morales, deflagrado no domingo 10/11.

Ele concedeu entrevista a Janaína Figueiredo, da Revista Época. Quando questionado se esteve com Ernesto Araújo, (suposto) chanceler brasileiro, Camacho respondeu:

“Sim, sim, sim, claro. Ele tem as informações completas do que se fez, da violação da Constituição por parte de quem estava no governo. Ele sabe tudo que se passa na Bolívia. Eles têm as informações em primeira mão”,disse o golpista.

A seguir, quando a jornalista perguntou se ele se encontrou com Bolsonaro, Camacho afirmou:

“Sim, sim, sim, mas quando eu fui houve um cruzamento de viagens, ele não estava”.

camacho

0 comentário em “Líder fundamentalista e golpista da Bolívia confessa conluio com governo Bolsonaro

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: