Projeto de Bolsonaro faz a cesta básica disparar a 60% mínimo

Reportagem do jornal Extra, pertencente ao grupo Globo, revela que após o governo federal anunciar que pretende acabar totalmente com a isenção de produtos da cesta básica na primeira etapa da reforma tributária — que deverá ser enviada ao Congresso Nacional ainda este ano — o Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação calcula que o preço do conjunto de produtos considerados essenciais para a família brasileira deve subir, em média, 22,68%.

Em São Paulo, por exemplo, o custo da cesta básica é de R$ 473,59, com desoneração quase total. Se os tributos que hoje proporcionam isenção aos produtos da cesta voltassem a ser cobrados, o valor subiria para R$ 581. O valor, então, corresponderia a quase 60% do salário mínimo.

A matéria completa está no link:

https://extra.globo.com/noticias/economia/ibpt-projeta-aumento-de-2268-na-cesta-basica-apos-fim-da-isencao-de-piscofins-24104999.html

1 comentário em “Projeto de Bolsonaro faz a cesta básica disparar a 60% mínimo

  1. Político algum PRECISA de sexta BÁSICA,
    Aliás, político tem muito privilégio, não acham.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: