Eliane Brum envia SOS de Altamira: A matança continua

“Recebi agora e transcrevo abaixo o pedido de socorro enviada ao blog pela amiga Eliane Brum, repórter do jornal espanhol El País”, relata Ricardo Kotscho. “Não suporto mais escutar pessoas avisando: ‘vão me matar’. E eu sei que vão mesmo. E não consigo fazer nada para impedir”, denuncia Eliane Brum, que encontra-se em Altamira, no Pará, no coração da Amazônia.

Para ler a mensagem completa de Eliane Brum ao reporter Ricardo Kotscho, clique aqui.

 

brum

0 comentário em “Eliane Brum envia SOS de Altamira: A matança continua

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: