Weintraub escreve “imprecionante” com “C” e internet não perdoa

wein

82261657_1486650131514059_1449887376087187456_o

Do portal G1, da Globo: https://g1.globo.com/politica/noticia/2020/01/08/ministro-da-educacao-comete-erro-de-portugues-em-rede-social-e-depois-apaga-mensagem.ghtml

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, voltou a chamar a atenção de internautas por erros de português – desta vez, de grafia. Ao agradecer elogio do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), o titular do MEC escreveu “impressionante” com “c”, e não com “ss”: “imprecionante”. Pouco mais tarde, confrontado com piadas e tiradas ferinas de internautas, apagou a postagem.

No post em questão, Weintraub contava sobre o lançamento de uma nova linha de pesquisa para bolsas de mestrado, doutorado e pós-doutorado. Em seguida, recebeu um comentário do filho “03” do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) sugerindo uma “pesquisa feita por órgão oficial sobre o uso defensivo de armas de fogo”.

Agradecendo a sugestão, o ministro acrescentou: “Mais imprecionante (sic): Não havia a área de pesquisa em Segurança Pública”. “Agora, pesquisadores em mestrados, doutorados e pós doutorados poderão receber bolsas para pesquisar temas, como o mencionado por ti, que gerem redução da criminalidade”, concluiu.

No comando da pasta que cuida da educação no Brasil, Weintraub coleciona uma série de erros públicos referentes à língua portuguesa. No Twitter, ele já cometeu deslizes como “descente” (e não “decente”), “haviam emendas” (e não “havia emendas”) e “paralização” (em vez de “paralisação”).

O Ministro também confundiu Franz Kafka, autor tcheco, com Kafta, a comida árabe.

0 comentário em “Weintraub escreve “imprecionante” com “C” e internet não perdoa

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: